Conheça os principais tipos de estoque e qual o melhor para sua loja

Conheça os principais tipos de estoque e qual o melhor para sua loja

Conheça os principais tipos de estoque e qual o melhor para sua loja

Você abriu a sua loja e não sabe como arrumar seu estoque? Pois saiba que existem diversos tipos de estoque que podem te ajudar na momento de arrumar as mercadorias.

Ter um espaço bem arrumado é o ideal para que as necessidades fundamentais no dia a dia do seu estabelecimento sejam resolvidas sempre de modo mais rápido, prático e fácil.

Essa decisão é importante, principalmente, porque é nesse local que ficam guardados todo os produtos, e por isso, a organização precisa ser feita de uma forma que não danifique os itens. Isso evita perdas e possíveis prejuízos.

Por que ter um estoque?

É no estoque que o dono do estabelecimento consegue ver quanto de produto está disponível, tanto para vender quanto para as matérias-primas que são usadas para a confecção do produto final.

Além disso, esse local ajuda na administração do negócio, é lá que o dono verifica o que está em falta e o que precisa ser reposto. Neste espaço, também é possível ter uma ideia dos produtos mais vendidos.

Por exemplo, se você vende tira de borracha, é no estoque que você consulta quantas ainda têm disponíveis para venda e quantas você precisar para a reposição.

Além de tudo, se você faz vendas pela internet, é extremamente importante que você verifique este local, para que não venda um produto que não está mais disponível. Inclusive, o estoque é um lugar que todos os varejista devem ter.

Como escolher o estoque?

Na sua administração você tem que levar em consideração alguns fatores de qual é o melhor estoque e qual mais se adequa às necessidades do seu estabelecimento.

Ao escolher você deve levar em consideração qual será o material armazenado, o espaço disponível e o fluxo de demandas. O seu estoque deve ser um local adequado que não estrague seu produto, o espaço tem que ser do tamanho suficiente e você precisa verificar o que entra e sai.

Assim sendo, uma empresa que trabalha com locação de empilhadeira manual deve ficar muito atenta ao tamanho do local que ela tem para armazenar essas empilhadeiras, principalmente, para que não falte espaço.

Quais são os tipos de estoque?

Pensando nisso, existem diferentes tipos de estoque para atender as necessidades de cada estabelecimento.

  1. Estoque de antecipação

Esse é o estoque ideal para empresas que estão prevendo um grande fluxo de vendas no futuro. Por exemplo, em datas comemorativas como: dia dos namorados, Natal ou liquidações.

Pensando nessas datas, a empresa aumenta a sua produção para conseguir atender a todos os pedidos que serão realizados, bem como para não deixar de atender os clientes, o que pode resultar em uma insatisfação.

Além disso, esse é um estoque que os donos podem usar se perceberem que haverá falta de matéria-prima ou dificuldade no fornecimento.

Dessa forma, uma fábrica de uniforme escolar infantil feminino pode preparar um estoque de antecipação para conseguir atender a demanda que surgirá com o ínicio do período escolar.

  1. Estoque do acaso

Esse é o estoque feito para prevenir possíveis problemas que podem surgir por conta de falhas nas operações ou no próprio sistema da empresa.

Imagine a seguinte situação, um dono de uma loja depende de um produto fornecido por uma indústria, porém ocorreu um problema na automação hidráulica industrial desta empresa, mas isso não irá afetar o varejista porque a indústria tem um estoque do acaso e poderá fornecer os produtos.

  1. Estoque de produção

Esse é um estoque utilizado, em geral, por empresas alimentícias que sentem a necessidade de se preparar para eventuais acontecimentos, bem como preparam um armazenamento de mercadorias para fornecer.

Esse é um estoque, por exemplo, utilizado quando há grandes demandas. É o modelo necessário para quando ocorrem crises ou greves de funcionários. Além disso, também é utilizado pelas indústrias automobilísticas e de confecção de roupas.

  1. Estoque de ciclo

Se a sua empresa tem uma elevada rotatividade de produtos, e principalmente, fornece diferentes tipos de produtos, este é o modelo ideal para você. Isso porque neste estoque há um planejamento.

Como são produzidos muitos produtos, neste modelo tudo é gerenciado de acordo com o ciclo de produção dos artigos. Assim, todas as mercadorias são abastecidas e nenhuma fica em falta.

Pense só, uma empresa de fantasia de carnaval infantil feminina pode fazer diversas fantasias de acordo com os ciclos e modelos, assim, nenhuma ficará em falta e a demanda de vendas poderá ser elevada.

  1. Estoque parado

É para esse local que são mandados as mercadorias que não tiveram sucesso, ou seja, aquelas que não venderam tão bem. São os produtos que foram esquecidos pelos clientes e que também não agradaram tanto eles.

É nesse momento que os varejistas precisam buscar estratégias para que esses produtos sejam vendidos, uma opção pode ser liquidações e promoções.

Sendo assim, uma fábrica que fornece judogi adidas pode não ter vendido todos os que estavam no estoque, dessas forma, essa mercadoria vai para o estoque inativo até que os varejistas encontrem soluções.

  1. Dropshipping

Este é o usado por estabelecimentos onlines , o que acontece é que quando o cliente realiza a compra de uma mercadoria no marketplace ou e-commerce, a solicitação é feita para o fornecedor e não para o próprio local que está anunciando a venda.

Ou seja, a loja faz somente a venda, porque o produto mesmo se encontrar com o fornecedor que recebe o pedido e envia a mercadoria para o cliente em nome da loja.

Dessa forma, a loja faz somente um intermediário, além disso, nesse processo há uma diferença no valor dos artigos.

Sendo assim, uma varejista que vende fita de arquear pode somente oferecer o produto na loja online e manter o estoque com o fornecedor. Assim, quando ocorre a venda, o varejista solicita o pedido para o fornecedor.

Além disso, com esse modelo a loja que vende, se tiver somente um produto, não necessita de ter uma espaço físico para estoque, o que pode ser mais econômico para o negócio, outra situação é que o estoque pode ser menor, já que grande partea da mercadoria está com o fornecedor.

  1. Estoque limite

É quando o estoque possui a quantidade máxima de produtos, de acordo com determinados prazos. É neste momento que a loja compra a quantidade limite de itens por razões como espaço disponível e ou até mesmo baixo preço.

Isso dá a possibilidade para que a varejista venda grandes quantidades do produtos para um cliente, bem como consiga negociar valores de desconto.

Na prática, é como se uma loja de gancheira universal comprasse todas as mercadorias que coubessem no seu estoque, atingindo o limite máximo.

  1. Estoque em trânsito

Esse é um modelo de estoque que se refere ao tempo que as mercadorias ficam em trânsito de um local para o outro, por exemplo, da fornecedora para a loja.

São os produtos que não estão em um espaço físico e sim em veículos sendo transportados.

  1. Estoque consignado

É parecido com o dropshipping, no consignado os produtos também não ficam na loja, eles ficam com distribuidores, clientes, dentre outros.

Aqui é acordado um valor pelo armazenamento, mas mesmo a mercadoria não estando na posse da loja, os produtos são de propriedade dela.

Qual a importância de conhecer os tipos de estoque?

Agora que você já sabe quais são os tipos de estoque, chegou o momento de entender qual a importância disto tudo.

Primeiro é preciso destacar que ter um estoque ideal facilitará na gestão do negócio. Isso trará para o varejista:

  • Prevenção de prejuízos;
  • Redução de custos;
  • Aumento da produção;
  • Antecipação de pedidos.

Saber qual é o estoque ideal para o seu negócio evitará que você perca mercadorias, inclusive, te ajudando a diminuir os prejuízo.

Além disso, você só irá adquirir o que está em falta e, por isso, não haverá despesas irrelevantes.

Com o estoque arrumado você saberá o que está em falta e não perderá tempo realizando produções que não tinham necessidade, por isso, a entrega vai aumentar.

Por fim, com o local apropriado é possível fazer antecipação de pedidos, prevendo quais serão as mercadorias mais solicitadas de serem compradas ou produzidas para as futuras demandas dos consumidores.

Além disso, você terá total conhecimento sobre seu comércio, sabendo o que está vendendo ou não, e também conseguirá fazer uma melhor administração do seu negócio, pois você estará gerenciando tudo.

A sua ligação com os fornecedores e transportadores também pode ser afetada positivamente, pois você não estará mais perdido e saberá exatamente do que precisa, o que vai facilitar a vida deles.

Por fim, os seus funcionários também sentirão os efeitos da escolha do estoque ideal, pois o trabalho deles será afetados da melhor forma, já que ao atenderem os clientes saberão exatamente os produtos que estão disponíveis.

Como facilitar a gestão de estoque?

Sem dúvida um software de gestão de estoque é essencial para o sucesso no negócio, um software facilita o dia-a-dia registrando as movimentações e consequentemente dando dados precisos sobre os estoques, se você não consegue saber qual a quantidade que tem de um determinado produto sem ter que ir contar ele fisicamente, você está com sérios problemas!

Um software de gestão de estoque permitirá com alguns cliques te dar informações como o giro do estoque, os estoques parados a muitos dias, os estoques que estão faltando e muito mais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.