O que é Quadro Kanban e para que serve?

O que é Quadro Kanban e para que serve?

O que é Quadro Kanban e para que serve?

O Kanban, que em japonês significa “registro” ou “placa visível”, é um método para gerir o fluxo de trabalho. O Quadro Kanban permite visualizar e rapidamente compreender em que etapa está o processo. Além disso, você tem um controle sobre seu estoque, pois saberá a hora certa de fazer pedidos, produzir ou despachar.

Todo empresário sabe o quão frustrante é não ter mais o produto que o cliente procura. Por outro lado, ter um estoque muito cheio significa dinheiro parado. Esses problemas estavam no centro das preocupações de Taiichi Ohno quando ele criou o método Kanban décadas atrás.

Ele queria uma maneira de controlar o estoque na Toyota sem precisar parar a linha de produção, em caso de falta de itens. Por isso, desenvolveu o Kanban. Vamos ver como ele funciona!

O que é o Quadro Kanban?

A filosofia Kanban desenvolvida pela Toyota buscava ter um controle sobre o fluxo de tarefas de modo que não sobrecarregasse o processo. O objetivo era que os trabalhadores trabalhassem focados em um número limitado de tarefas, sem perder de vista os novos trabalhos que surgiriam.

Por isso, o Quadro Kanban foi desenvolvido. Ele possui colunas que representavam as etapas do processo, desde a solicitação de uma tarefa à sua conclusão. Cada tarefa é representada por um cartão que se move entre as colunas de acordo com o status de realização.

O modelo de Quadro Kanban mais simples acomoda três colunas, normalmente representando as etapas “A fazer” (To do), “Em progresso” (In progress) e “Pronto” ou “Finalizado” (Done).

Na primeira coluna são colocadas todas as tarefas que precisam ser feitas, na segunda o que está sendo realizado atualmente e na terceira o que já foi finalizado. Dependendo do trabalho é possível criar limitações, por exemplo, duas tarefas no máximo na coluna “Em progresso”.

O modelo Kanban é adaptável. Por isso há modelos com mais colunas, como, por exemplo: Backlog, A fazer, Em processo, Em espera, Em finalização, Pronto, etc.

Como utilizar o Kanban?

Para implementar o Kanban no seu estoque, primeiramente apresente-o para a equipe e certifique-se de que todos entenderam o funcionamento. É importante demonstrar que a melhoria contínua dos processos é uma tarefa de todos. Em seguida, crie as colunas de etapas do trabalho. Comece com o básico: “A fazer”, “Em progresso” e “Pronto”. Os cartões com as tarefas prioritárias devem ir para o topo da coluna.

Se quiser, estabeleça um tempo máximo para o cartão estar em uma coluna e um limite de cartões. Por exemplo, a coluna em progresso pode ter no máximo 2 tarefas, e um cartão não deve passar de 3 horas ali.

Com isso você trabalha “Just-in-time” (JIT), uma metodologia auxiliar que exige que não se compre, produza ou transporte nada antes da hora. O método se tornou um dos pilares da Toyota e por gerar uma redução de estoque e custo passou a ser adotado nas mais diversas empresas. Depois você precisa apenas adaptar o modelo para sua empresa, corrigir falhas e melhorar o quadro para as novas rodadas de trabalho.

Kanban de Produção para fábricas de roupas

Utilizando da metodologia Kanban, junto com práticas de Design Thinking foi criado o Kanban de produção para fábricas de roupas, onde ao fazer o exercício junto com a equipe gestora dos setores promove o pensamento para inovar e melhorar os processos. O Quadro Kanban após ser feito por todos permite observar o que está sendo feito em cada etapa e as responsabilidade de cada um, analisar metas e se as mesmas são atingidas. Tudo de forma clara e de fácil entendimento.

Veja o vídeo que mostramos o desenvolvimento de um quadro Kanban:

Deseja baixar o modelo do Kanban de Produção? Clique aqui e veja mais!

Quer novas dicas e estratégias para seu negócio? Continue lendo nossos conteúdos!